26 junho 2009 3 poesias

Memórias

Tenho saudades, não posso dizer que não, daqueles dias de caloiro em que ainda torcia o nariz em dias de praxe, mas que, no fundo, acabava por gostar; do grande aluvião onde cantava até não conseguir mais; do meu baptismo e dos baptismos dos “meus” caloiros, onde me sentia parte de uma irmandade privilegiada; daqueles primeiros jantares em que não bebia até aos jantares que só não bebia o que não podia; daqueles projectos onde tudo corria mal nas piores alturas possíveis, daquelas semanas do enterro que pareciam a loucura total...

Faz-se falta...os desfiles do enterro em que eu cantava com toda a garra todas as músicas desse curso que é nosso; daqueles jantares lá em casa cheios de animação; daquelas saídas à noite para a praça para beber aqueles shots do KGV, daquelas publicidades e curtas feitas às três pancadas...

Ficaram na memória aquelas idas ao Ramona à noite, só porque dá vontade; os cafés descontraídos no Tuareg; as idas à Barra para ver o pôr do sol ou simplesmente para pensar na vida; o traje!; daquele Beira-Mar vs Benfica; do cachecol do Cucujães e da bandeira do South Park (que toda a gente criticava); daquelas noites a ver filmes; da Feira de Março; das refeições da cantina; do campus em geral e do DECA em particular...do meu apartamento com tantas histórias para contar...

Enfim...guardo no coração Aveiro e todos aqueles que contribuíram para que tudo fosse especial!


1 poesias

É como Tomé...

...ver para crer! Só me acredito quando vir o rapaz a jogar com a camisola do Benfica...


11 junho 2009 0 poesias

As compras

Paco Underhill, autor de livros como A Geografia das Compras ou A Ciência das Compras deu uma entrevista à revista Sábado para falar nesse preciso tema: as compras.

Somos uma sociedade consumista, mas na maioria das vezes não pensamos nas questões que envolvem o acto da compra: como comprar? Onde comprar? Porque comprar? Será que preciso mesmo ou faço só por diversão? Mas este antropólogo esclarece também outras questões: o que detestamos mais numa loja? Detestamos que a troca do dinheiro pelo produto seja descuidada; a sujidade das lojas; as falhas de stock (quando encontramos uma roupa que queremos e não há o nosso número); lojas grandes (em que uma pessoa quase que se perde) e falta de empregados ou empregados mal educados.

O consumidor também dá grande importância ao toque, como por exemplo, o facto de algumas pessoas gostarem de sentir e cheirar os livros. O autor acrescenta um facto interessante: “se imaginasse o número de mãos que passaram pelo último batom que comprou, seria o suficiente para o querer desinfecta-lo com lixívia”.

No que respeita à diferença entre o homem e a mulher no acto da compra, o autor diz-nos que: “os homens compram caçadores: querem encontrar o alvo e sair porta fora o mais rápido possível. Mas as mulheres podem ir ao centro comercial e passar uma tarde óptima, sem comprar nada, porque as mulheres têm o prazer só no acto de olhar”.

O autor destaca ainda um ponto extremamente importante: locais para os maridos/namorados esperarem. Podiam ser criados de três tipos: um de longa duração (cerca de 25 minutos), um local sossegado para eles lerem o jornal ou falarem ao telemóvel; um de média duração (cerca de 10 minutos), à porta das lojas de senhora, onde os homens não querem entrar ou se sentem desconfortáveis (como as lojas de lingerie) e um de curta duração, dentro das lojas, à porta dos provadores.

E para finalizar, deixo aqui apenas uma frase: “as mulheres querem a opinião da amiga, da irmã, da filha. Dos maridos, não querem a opinião, querem é a aprovação. ‘Gostas? OK, passa para cá o cartão’”.

Boas compras de feriados!




03 junho 2009 2 poesias

Locais a visitar

Um dos meus passatempos preferidos é, sem dúvida, viajar...adoro passear, conhecer novos locais, novas culturas e novas gentes. Por mim, sentia um "ar" diferente a cada novo dia, mas a vida assim não o permite, pois o tempo livre não estica, muito menos o dinheiro...e vai-se adiando esta e aquela viagem.

No entanto, há sempre a possibilidade de ir a um ou outro sítio num passeio de fim de semana e há tantos locais tão belos neste nosso país que por vezes dão vontade de simplesmente sentar, relaxar e simplesmente contemplar a vista (sem pensar em mais nada)!

Ora aqui estão alguns exemplos de locais onde estive ultimamente e recomendo:


Gerês (vista do Santuário de São Bento da Porta Aberta)


Capela do Senhor da Pedra (Miramar)


Frecha da Mizarela (Serra da Freita - Arouca)


Rio Douro visto de Castelo de Paiva (junto à capela de São Domingos da Serra)


Palácio Hotel do Buçaco

Ficam aqui estas sugestões de locais que pode aproveitar para visitar no fim de semana ou nos dois feriados seguintes que por aí vêm...o importante é aproveitar a vida!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
;